Pai_dos_Povos

Segunda-feira, 25 de Dezembro de 2006

O Natal

Estamos numa bonita época. É Natal, e o espírito de Natal está no ar. Todos estão felizes, ansiando pela noite de Consoada, quando toda a família se reúne num ambiente de amor e felicidade. É a época do ano em que todos esquecemos os problemas do dia-a-dia, para nos lembrarmos uns dos outros, e de tudo o que temos a partilhar. É por isso que eu hoje vos desejo:

Epá, vão-se foder com essa merda.

Numa mais chega o ano novo, e isto acaba. Ele é os centros supermercados cheios, um gajo nem pode ir comprar uma pizza congelada... Bacalhau vende-se às paletes. Dizem que estava em extinção... Digo "estava", porque de certeza que agora, nem um sobrevieu. Depois é óleo, para fritar toneladas de "doces" típicos da época. A minha esperança é que morram todos este ano com uma trombose, por causa do enfardamento massivo de fritos. Assim, para o ano, já não estava ninguém e prontos, não havia Natal para ninguém.
Se nos supermercados é mau, no resto do Centro Comercial é pior ainda. Ele é paizinhos e mãezinhas a invadir as lojas de brinquedos e a chegar quase a luta greco-romana para chegar à super Barbie com apartamento de cinco assoalhadas e Camaro Cabriolet ou à super Playstation versão 19, namorados a encher as lojas de perfumes e de lingerie, namoradas a atacar as lojas Ralf Lauren, Lacoste, Massimo Dutti e os respectivos et ceteras, avózinhas carregadas de meias e em geral, toda a gente com velas, paus de incenso (ainda se fossem de Cabinda...) e apanhadores de sonhos da Natura Selection.
Mas isso nem sequer é o pior! Pior são as canções de Natal por todo o lado. Não só nos centros comerciais, mas literalmente por todo o lado. Na rádio, na televisão, até na rua. Tenho que isolar a minha casa para as caonções de Natal não entrerem. Atenção: eu não tenho nada contra canções de Natal (bem, contra algumas tenho...). Mas com algumas condições: primeiro, que não sejam repetidas até ao infinito. Quer dizer, até é aceitavel que, dada a época, se ponham a tocar muitas canções de Natal. Mas, exactamente, se forem muitas. Não cinco ou seis, repetidas até termos uma vontade incontrolável de bater com a cabeça na parede. E outra condição importante, é que sejam cantadas em japonês, afrikandeer ou esquimó. Porque eu NÃO quero entender as letras, que parecem escritas por uma criança mongolóide com danos cerebrais.
É por isso que o meu feriado preferido no ano todo é o de Ano Novo. Não há mais Natal, ninguém celebra mais nada porque estão todos a ressacar, e no mundo consumista começa a euforia do Carnaval. Que é muito mais ligeiro, e me incomoda muito menos.

Opus: Fuck of and Die - Ratos de Porão
publicado por товарищ Vostradamus às 15:13
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (5) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

Eu

Cá estou eu. Leitor assíduo do Blog Anti Blog desde há vários anos, a ideia de começar a postar, surgiu numa noite de bebedeira entre eu e o pataphisico_azul. Na manhã seguinte, não me lembrava de nada, mas aquele gajo aguenta mais vodkas que eu (muitas missões revolucionárias na Sibéria, concerteza), e apareceu com a proposta umas semanas depois. Depois de ter reflectido algum tempo, decidi aceitar.
Mas porquê? O que é que me levou à conclusão de que sou digno de escrever no Blog Anti Blog? Bem: como todos sabemos, é um blog "sobre filosofia, teologia, Chomski, sexologia, pelota basca, misticismo, poesia, literatura, arte erudita, gajas, enfim, tudo o que é pseudo-intelectual de pseudo-esquerda, pequena burguesia de fachada socialista. Um blog para discutir a merda sem cheiro." De filosofia percebo eu. Principalmente filosofia de café e filosofia da primeira liga. Teologia, não estou mal. Até fui à catequese quando era puto. O Chomski é que já não, não gosto de burgueses americanos. Mas se o gajo quiser aparecer para comentar os meus textos, também é bem vindo. Sexologia... epá, ele é gajas, gajos, compact discs... Pelota Basca... confesso que não sei quem se qualificou para o mundial deste ano, mas nem posso esperar. O do ano passadp foi uma emoção. Misticismo também é a minha área. Algumas das maiores influências na minha vida adulta, foram o Sôzé e o Prof. Bambo. Leio todos os dias, por isso literatura nem se pôe em causa. Leio A Bola e o Record. Na área da arte erudita, sou pintor, e está tudo dito. Também gosto de fotografias artísticas do estilo das que se podem encontrar em http://www.fuckingeverythingthatmoves.com. Gajas, já disse tudo. Pseudo-intelectual de pseudo-esquerda e pequena burguesia de fachada socialista sou. E muitos dos meus amigos também são, por isso nesse campo, estou lá. Quanto à merda sem cheiro, sou um dos maiores especialistas no assunto a nível nacional, e até europeu.
Vejamos agora: quem sou eu? Todas as informações que eu quero disponibilizar estão na página do meu perfil. Ou seja, nada. Posso chamar-me Paulo, ou José, ou António, ou Miguel, ou então nenhum destes. A propósito, se eu me chamar António, podem-me tratar por Tó. Se for José, pode ser Zé. Mais digo que tenho um emprego estável que odeio profundamente. Enterrado em burocracia. Para além disto, nem vou dizer mais. Estou apresentado.

Opus: José Afonso - Traz Outro Amigo Também
publicado por товарищ Vostradamus às 21:56
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Aquecimento global

De repente, este tema começou a ser falado e debatido, com certas consequências trágicas, nomeadamente terem "aplaudido" a estratégia e moddus governantis do nosso queridérrimo Durão Barroso. Sendo "um tipo cá do sítio" logo sabemos bem com que rapidez se sagrou um Social-Democrata exemplar… após aqueles precalços e anos de "rebeldia" na vertente Mauista, nomeadamente MRPP. Talvez tenha ido pelo nome (o seu) , talvez por amor às bombas ou apenas para desmentir aqueles jeitos efeminados. Certo é que o título de vira casacas assenta-lhe que nem o borsh da avó Natasha... Enfim a sopa da vizinha é sempre melhor que a nossa.

Agora considerem a epidemia dos obesos. Não tem nada a ver certo? Ok… Então vamos lá rever a lição do sôr Darwin. Segundo ele, espécies adaptam-se ou morrem. Então, se se aproxima uma era glaciar (sim, o aquecimento não é apenas calor… será o inicio de uma nove Idade do Gelo, sem o Scrat). Logo, ao estar o globo inteiro a engordar, não será isso um significado de ajustamento da espécie? Talvez.
O mesmo talvez de que a Terra está a aquecer pelos gases poluentes por nós criados e não por uma alteração normal do próprio planeta? O mesmo talvez da segunda chegada de Cristo? É um talvez, é certo, mas, assim como toda a boa teoria da conspiração, porque ainda não existe uma vacina, um tónico milagroso para erradicar a gordura? Simples.
A aplicarmos algo imediatamente, isso torna-se banal e pouco lucrativo (leia-se ginásios e toda a parafernalia de produtos dietéticos). Ganha-se mais com isso do que com a "cura", um facto menor.
Factos menores como a perda capilar, spam, vírus informáticos, obesidade, Sida e outros afins, todos os produtos que nos vendem são apenas suposto dar-nos esperança…e gastar…gastar….gastar. Repartindo isso numas porções generosas, não admira que as farmacêuticas seja um dos impérios mais poderosos a nível global…dependemos demasiado neles.
O Variações dizia:

Você parece doente
Ou anda com a saúde ausente
Decerto tem a testa quente
O mal será desse dente
Se não passa com aguardente
Vá à caixa e diga que é urgente
Lá há remédio pra toda a gente

Você foi imprevidente
Ou é muito impaciente
Faça cara de contente
Você vai ficar igual
Toma já um melhoral
Porque é bom e não faz mal
Além disso é legal
Toma já um melhoral
É o melhor e é legal

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Você está muito pesada
Não diga que está inchada
Não há roupa que lhe sirva
Não há cinta que lhe valha
Já perdeu de todo a linha
Está a tempo de voltar a fina
É um milagre da medicina
Que é o avanço da aspirina

Tome e fique confiante
Vai ficar muito elegante
Isto é melhor que um purgante
Você vai emagrecer
Cuidado, não abusar
Mas se isso acontecer
Tome outro pra engordar
Cuidado não abusar
Não pare de controlar

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Tu estás tão acorrentado
À sombra que tens ao lado
Não consegues apagar
As marcas desse passado
Que teimas em recusar
Mas a mistura da drogaria
E tens a cura para mais um dia

Descola a raiz do fundo
Ficas acima de tudo
Não sentes nada do mundo
Do mundo que te não quer
Cuidado, não abusar
Mas se isso acontecer
És mais um a flipar
Mas se tu queres acabar
Ó que tu queres é drunfar

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Insiste

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa

Eu digo, não tomes.

publicado por товарищ raindogs às 17:16
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (11) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
Terça-feira, 5 de Dezembro de 2006

Múmias II

Volto hoje a abordar um tema que tanto eu como muitos dos nossos leitores mais atentos considera que foi deixado incompleto: múmias. No entanto, hoje explorarei este tema mais especificamente do ponto de vista nacional. Haverá múmias em Portugal? Bem, esta pergunta poderá, ter mais do que uma interpretação, sendo que a resposta será sempre sim. Analisemos então a frase, mais especificamente a palavra "haverá". Podendo a sua função ser puramente interrogativa, podemos reescrever a frase como "Há múmias em Portugal?" Ou seja, "Há em Portugal seres humanos cujo corpo foi conservado por técnicas altamente avançadas, para que os efeitos do tempo passem por si sem deixar marca?" Evidentemente que sim. Como exemplo, deixo apenas Lili Caneças, a filósofa existencialista, e Tatiana Romanova, a bailarina pós-moderna. Por outro lado, podemos ver a palavra "haverá" como uma interrogação no futuro, sendo o sentido da frase algo como "Há-de haver múmias em Portugal?". E aqui é outra história.

Todos se recordam da morte do nosso querido líder, Álvaro Cunhal. Chegou então ao conhecimento do Blog Anti Blog que a liderança do PC anda a fazer esforços para mumificar o seu líder histórico. Uma vez que não temos a tecnologia, a alternativa é comprá-la, e, segundo um camarada próximo da liderança da JCP altamente pedrado mas que não se quis identificar porque se tinha esquecido do nome, "nem que tenhamos que fazer cinco festas do Avante por ano!".
O governo cubano foi contactado, mas recusou-se a revelar o seu segredo. Enviou no entanto, e como sinal de continuada amizade, uma caixa de puros, que a liderança da JCP rapidamente desfez e enrolou em papel de mortalha.
Dado este falhanço, o PC contactou o governo da União Soviética, e receberam resposta de um representante de uma tal de "Federação Russa" a dizer que devia ser engano, e que um tal de Al-Varu devia ser espião para os terroristas tchetchenes. Um representante da JCP voou para Moscovo para desfazer o engano, foi convidado para um restaurante de sushi, e nunca mais foi visto.
Uma terceira tentativa foi feita, desta vez contactando uma nação que também tem fama mundial por ser especialista em múmias, e que tem em comum com o nosso PC o facto de ser inimigo histórico (no caso da dita nação, histórico significa vários milhares de anos) dos terríveis sionistas. Sendo indivíduos que gostam sempre de uma boa negociata, a proposta foi aceite.
Apenas em troca dos lucros de dez festas do Avante (cinco pagas em avanço, e cinco depois da obra feita), mais um lugar no parlamento, o nosso PC conseguiu o fantástico negócio da mumificação do líder Álvaro Cunhal, mais um monumental mausoléu onde a múmia será depositada para exposição ao público (preço de entrada: 10€) na Atalaia. Como oferta, o empreiteiro ainda oferece uma fantástica maldição, e o melhor é que a construção tem garantia de 3000 anos, or your money back. O PC espera recuperar os custos em apenas dois anos e meio (bem, à excepção do lugar no parlamento...).
Os nossos contactos próximos com a liderança do partido permitiram-nos obter em avanço um modelo do grande mausoléu do grande líder:

Mausoléu do Líder Álvaro

publicado por товарищ pataphisico_azul às 16:37
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (2) | Adicionar ao Livrinho Vermelho

...

Após um breve interregno, devido a uma renhida batalha com uma temível guerrilha neo-Keynesiana, o pataphisico_azul não podia deixar de voltar a premiar os seus inúmeros fãs com mais das postas a que os tem habituado. Não depois dos inúmeros comentários inspiradores que têm sido deixados nas respectivas caixas. E porque a blógo esfera não para, como dizia o meu avô, commute musca...

publicado por товарищ pataphisico_azul às 13:35
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

subscrever feeds