7 comentários:
De samael lateralus a 12 de Junho de 2005 às 18:18
aki vive-se e vamos todos pa revoluçao d cocktail na mão ou então ou então fazer jogging pras muralhas da china...e coisas assim...
De JVieira a 12 de Junho de 2005 às 01:59
Ó Lady Athamay, volte lá para a escola outra vez. O seu português é uma dor de alma!
De Lady Athamay a 11 de Junho de 2005 às 07:36
Gay-atos são mas é voçês e os vossos actos.
Que página tão nogenta! Toda vermelha e cheia de comunas assassinos, realmente faz doer os olhos.
Matem-se mas é e fassão um favor à nação portuguesa!
De Acolito a 10 de Junho de 2005 às 09:06
Damos, e não "dâ-mos". Mas...petizes? podias ter utilizado uma palavra menos apaneleirada, como, p.ex., gayatos.
De raindogs a 10 de Junho de 2005 às 08:18
A esclusão social é apenas um dos muitos factores que pode despoletar violência (assim como a frustração e afins). No entanto, o busilis da questão será sempre a parte moral e/ou a atenção que dâ-mos aos petizes.
De pataphisico_azul a 10 de Junho de 2005 às 02:11
O jogo em causa era mais do tempo das moedas de 50 centavos (centavos de escudo, bem entendido...). Mas a amiga em causa era mais da regiao das moedas de 10 Kopekii...
De astropastor a 9 de Junho de 2005 às 15:16
Ahh bom e velhinho StreetFighter, chegava sempre ao fim do jogo com qualquer lutador, e não posso dizer que me tenha tornado numa pessoa violenta. Mas agora que penso nas moedas de 50 paus, que a máquina me comeu, apetecia-me voltar atrás e esmurrá-la, pontapea-la, cuspir-lhe em cima, insultá-la ...

Argumentar