Pai_dos_Povos

Domingo, 3 de Julho de 2005

Time-Life

Ontem foi o Live 8 (versão 2.0 do Live Aid). Uma tentativa de lembrar ao mundo que existe fome e pobreza em certos paises.
Neste festivais, assim como as manifestações contra a globalização, os bilhetes são caros, vê-se umas bandas (nem todas decentes) fuma-se uns charros e apanha-se uns pifos (o que vier primeiro), inflacionam na comida e na bebida do recinto, mas tudo por uma boa causa.
Tudo fixe, tudo bom, tá-se bem bacanos, até à ressaca do dia seguinte em que o problema deixa de ser o auxilio ao 3 mundo e mais o auxilio a nós próprios.
Enquanto toda a gente que está nos concertos demasiada entretida, começam os concertos deste ou daquele multimilionário cantor /e ou/ banda que gastam dinheiro aos jorros apenas pelo seu bel prazer nas coisas mais futeis que podem existir, desde personalizar ao telemóveis, t-shirts e camisas de 500 € até ter 7 carros e 10 motas, champanhe do melhor, casa desmesuradas em que apenas eles habitam. Querem provas, apenas liguem a tv no VH1 ou na MTV em que mostram como hoje em dia um tanso qualquer pode ser milionário.
Este canais, os mesmo que também estão por detrás deste evento, pavoneiam-se com programas mostrando os "famosos" a se exibirem.
Não deixa de ser irónico, as pessoas com mais dinheiro que nós, pedirem dinheiro para as mesmas causas que eles ignoram (assim como todos nós).
Enquanto fotografamos nos nosso télélés (em que a maioria dos componentes são feitos na China ou India), enquanto vestimos as nossas roupas de marca (made in...not here). Enquanto nos masturbamos com estas tecnologias e confortos deste bravo novo mundo, nunca queremos saber se os PC ou Télélés usados, avariado (ou fora de moda) são enviados para aterros na India.
Não.
Não queremos saber porque no fundo nada nos interessa...não é problema nosso, mas sim dos governos.
Mas no fundo o problema é nosso, pois esta nova civilização mundial não sobrevive sem as explorações de paises 3º mundistas que trabalham por tuta e meia e estão felizes (!).
Não queremos acordar todos os dia a pensar de onde vem o minério que nos rodeia está a ser extraido em milhentos paises africanos.
Não, não queremos isso....já temos problemas que nos cheguem.

Nos dias seguintes à "ressaca" de informação e factos relacionados tudo abranda novamente, e, lenta mas seguramente, iremos esquecer as imagem que vimos, ou os actos que devemos de ter feito por esse dia.
Para toda esta utupia resultar (se é que pode) tem que ser uma "tabula rasa". começar do 0, e esperar que tudo resulte....

Mas tá-se....
O problema é que hoje já não vai haver Live 8.
publicado por товарищ V. E. às 11:25
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
3 comentários:
De MMestre a 30 de Julho de 2005 às 04:02
Ah bom, por aqui também se fala bem...Bom artigo de opinião, sim senhor... Que me dera ser imbecil o suficiente para ser rico...
De Acolito Espirita a 4 de Julho de 2005 às 05:11
Whattafuck?
De pataphisico_azul a 3 de Julho de 2005 às 21:34
Foda-se, ainda bem que nao. Acho que se nao aguentava mais bandas de Brit-Pop... Era faca no pulso certa...

Argumentar

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds