Pai_dos_Povos

Quinta-feira, 7 de Dezembro de 2006

Aquecimento global

De repente, este tema começou a ser falado e debatido, com certas consequências trágicas, nomeadamente terem "aplaudido" a estratégia e moddus governantis do nosso queridérrimo Durão Barroso. Sendo "um tipo cá do sítio" logo sabemos bem com que rapidez se sagrou um Social-Democrata exemplar… após aqueles precalços e anos de "rebeldia" na vertente Mauista, nomeadamente MRPP. Talvez tenha ido pelo nome (o seu) , talvez por amor às bombas ou apenas para desmentir aqueles jeitos efeminados. Certo é que o título de vira casacas assenta-lhe que nem o borsh da avó Natasha... Enfim a sopa da vizinha é sempre melhor que a nossa.

Agora considerem a epidemia dos obesos. Não tem nada a ver certo? Ok… Então vamos lá rever a lição do sôr Darwin. Segundo ele, espécies adaptam-se ou morrem. Então, se se aproxima uma era glaciar (sim, o aquecimento não é apenas calor… será o inicio de uma nove Idade do Gelo, sem o Scrat). Logo, ao estar o globo inteiro a engordar, não será isso um significado de ajustamento da espécie? Talvez.
O mesmo talvez de que a Terra está a aquecer pelos gases poluentes por nós criados e não por uma alteração normal do próprio planeta? O mesmo talvez da segunda chegada de Cristo? É um talvez, é certo, mas, assim como toda a boa teoria da conspiração, porque ainda não existe uma vacina, um tónico milagroso para erradicar a gordura? Simples.
A aplicarmos algo imediatamente, isso torna-se banal e pouco lucrativo (leia-se ginásios e toda a parafernalia de produtos dietéticos). Ganha-se mais com isso do que com a "cura", um facto menor.
Factos menores como a perda capilar, spam, vírus informáticos, obesidade, Sida e outros afins, todos os produtos que nos vendem são apenas suposto dar-nos esperança…e gastar…gastar….gastar. Repartindo isso numas porções generosas, não admira que as farmacêuticas seja um dos impérios mais poderosos a nível global…dependemos demasiado neles.
O Variações dizia:

Você parece doente
Ou anda com a saúde ausente
Decerto tem a testa quente
O mal será desse dente
Se não passa com aguardente
Vá à caixa e diga que é urgente
Lá há remédio pra toda a gente

Você foi imprevidente
Ou é muito impaciente
Faça cara de contente
Você vai ficar igual
Toma já um melhoral
Porque é bom e não faz mal
Além disso é legal
Toma já um melhoral
É o melhor e é legal

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Você está muito pesada
Não diga que está inchada
Não há roupa que lhe sirva
Não há cinta que lhe valha
Já perdeu de todo a linha
Está a tempo de voltar a fina
É um milagre da medicina
Que é o avanço da aspirina

Tome e fique confiante
Vai ficar muito elegante
Isto é melhor que um purgante
Você vai emagrecer
Cuidado, não abusar
Mas se isso acontecer
Tome outro pra engordar
Cuidado não abusar
Não pare de controlar

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Tu estás tão acorrentado
À sombra que tens ao lado
Não consegues apagar
As marcas desse passado
Que teimas em recusar
Mas a mistura da drogaria
E tens a cura para mais um dia

Descola a raiz do fundo
Ficas acima de tudo
Não sentes nada do mundo
Do mundo que te não quer
Cuidado, não abusar
Mas se isso acontecer
És mais um a flipar
Mas se tu queres acabar
Ó que tu queres é drunfar

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça
Eu sei que é nocivo
A isto e áquilo
Esquece isso pelo bem que faça

Insiste

Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa
Toma um comprimido
Toma um comprimido
Toma um comprimido que isso passa

Eu digo, não tomes.

publicado por товарищ raindogs às 17:16
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
11 comentários:
De nônô a 7 de Dezembro de 2006 às 23:46
não fales do que não sabes
De esse a 18 de Abril de 2007 às 15:34
s cala!!!
De pataphisico_azul a 8 de Dezembro de 2006 às 11:10
E o que é que o meu camarada não sabe?
De voyeur a 11 de Dezembro de 2006 às 13:11
Atrevo-me a dizer que o meu excelso camarada anda, definitivamente, a coleccionar reliquias. Depois das múmias que sem o linho revelaram a putrefacção de levar á náusea ( Não alusivo a Sartre ), quer agora acordar mamutes ao som do António cabeleireiro.

Camarada, não acorde os animais ou não teremos mausoléus que resistam!

E fica um abraço.
De pataphisico_azul a 11 de Dezembro de 2006 às 16:37
Sabe, camarada, nós aqui no blógue somos muito saudosistas e afectos ao passado. Ainda nos apanha a dizer "no tempo da Outra Senhora não havia disto, não"
E tome atenção, camarada: este texto não é meu, é de um há muito ausente camarada a quem por fim a inspiração regressou.
De voyeur a 11 de Dezembro de 2006 às 16:49
Como bom voyeur que sou, já tinha registado ( com muito agrado ) este « boom » criativo.

Seja um camarada, sejam dois camaradas, permitam-me usurpar a frase da « Outra Senhora ».

Saudosista ou sebastianista... uma « ista » qualquer.

( Lá terei o comité central á ilharga...)
De pataphisico_azul a 20 de Dezembro de 2006 às 08:08
...o Camarada Cunhal há-de voltar, numa manhã de nevoeiro, montado num cavalo branco, e com uma armadura dourada... então, o Alentejo será nosso outra vez.
De Jose Antonio a 13 de Outubro de 2007 às 16:47
KNWORK.com: Patrocinamos sites relacionados com proteção ambiental, da flora e fauna.
Hospedagem profissional totalmente gratuita.
cPanel, Fantástico, bancos de dados ilimitados, FTP ilimitados, e-mails ilimitados...
Saiba mais em www.knwork.com
De sara a 24 de Fevereiro de 2008 às 16:26
"Agora considerem a epidemia dos obesos. Não tem nada a ver certo? Ok… Então vamos lá rever a lição do sôr Darwin. Segundo ele, espécies adaptam-se ou morrem. Então, se se aproxima uma era glaciar (sim, o aquecimento não é apenas calor… será o inicio de uma nove Idade do Gelo, sem o Scrat). Logo, ao estar o globo inteiro a engordar, não será isso um significado de ajustamento da espécie? Talvez.!

nao concordo.
segundo darwin as espécies sofriam variaçoes que lhes permitiam sobreviver a determinadas alteraçoes do ambiente. havia assim uma selecção natural destas mesmas especies. no entanto, mais tarde, com o neodarwinismo veio-se a descobrir que essas variaçoes que falava darwin eram as mutaçoes ao material genetico.
ja a obesidade nao é e nao pode ser dita como "mutaçao" no material genetico dos individuos, já que as aptencias que os seres vivos desenvolvem a medida que vao crescendo nao fazem parte do seu material genetico. sao sim caracterisiticas das celulas somaticas que nao sao passsadas aos descendentes, mas sim adquiridas ao longo do desenvolvimento de um individuo.

sendo assim, se de repente entrarmos numa "idade do gelo" mesmo que os obesos sobrevivessem, os seus descendentes nao iam seguramente prosperar, significando a extinçao da especie humana.

obrigado pela atençao

^^
De Alanna a 1 de Abril de 2009 às 12:59
I recently came across your blog and have been reading along. I thought I would leave my first comment. I don't know what to say except that I have enjoyed reading. Nice blog. I will keep visiting this blog very often.

Alanna

http://www.craigslistguide.info
De Love my shoes a 21 de Janeiro de 2010 às 23:37
Love the atitcle. Great information that makes people think about the big picture and what if.

Argumentar

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds