Pai_dos_Povos

Terça-feira, 20 de Abril de 2004

A Arte de Bem Servir???

Como dizia o Camacho Costa naquela horrível e interminável série da sic. Os Malucos do Riso, servir bem e bem servir dá saúde e faz sorrir... Mas isto é a gozar o quê?... Será de facto possível obter tanta satisfação a servir o público? I don't think so... Ou então eu 'tou a ver coisa da maneira errada... Ora vejamos: uma das regras de ouro no comércio é que o cliente tem sempre razão, ora quem inventou esta não vivia no meu tempo, ou então as pessoas eram diferentes nessa época, seja ela qual fôr. Quem inventou essa não deve ter aturado clientes bêbados, clientes que não conhecem a definição do conceito de higiene pessoal, chatos, clientes que ignoram o facto do cerebro deles já ter morrido. Esta do servir bem devia ter reciprocidade, tal e qual os establecimentos comerciais os clientes (público em geral) deviam também andar com um livro de reclamações, (olhe desculpe lá...essa sua pergunta deve ser das coisas mais estúpidas que alguma vez já tenha ouvido em toda a minha vida, o seu livro de reclamações por favor!!!) ou então com um carimbo na testa a compravar que de facto eles pertecem a uma raça misteriosa de pessoas que de facto conseguem viver e fazer o seu dia-a-dia sem possuirem um cerebro. Vejamos então a seguinte situação: um cliente chega-se ao pé de mim e pede-me ajuda, procuro um cd diz ele mas não sei o nome do grupo.... nem o nome do cd.... nem o estilo que é.... vi-o na casa dum amigo.... mas reparei que a capa era clara e tinha qq coisa desenhado na capa...like duh... pensam o q? q temos alguma base de dados com as capas de cds....ó meu ganda animal! isto é uma loja de cd's, temos aki milhares de referências axa mesmo q conheço a capa de todas... e aqueles que se lembram de cantar um trecho da música... pior são aqueles que cantam um trecho e ainda são piores cantores do q o Zé Cabra, Porquê. Deus, Porquê??? Depois há aqueles que são independentes o suficiente para de facto conseguirem encontrar o que procuram mas que depois estragam tudo com a fantástica pergunta: Desculpe...mas onde fica a caixa? Pelo amor de deus, passaram por ela a entrar na loja, não reparam no que os rodeia? Faz-me lembrar uma simpática senhora que atendi um certo dia, dei-lhe o cdzito q ela procurava e depois vira-se ela para mim e pergunta: pago aqui a si ou na caixa??? Ora se já deste pela existência da merda da caixa porquê essa pergunta, a caixa afinal só serve para vista, aquilo nem sequer são pessoas que estão lá, sáo recortes de cartolina ligados a um motorzito que os faz gesticular.... Sinceramente defendo de que deve haver uma maneira a detectar a estupidez no nosso código dna, isso devia ser detectado logo à nascença e essas pessoas criadas em locais especiais e treinadas para cargos específicos adequados as suas capacidades mentais, tais como: varredores de lixo, aquelas pessoas que raspam as pastilhas elásticas debaixo dos bancos nos transportes públicos, aquelas pessoas que te dão o papel higiénico quando vais a uma, já rara, casa de banho pública. Deviamos fazer como os Ingleses fizeram com os seus criminosos no séc. XVIII e mandar essa gente toda prá m*rd* duma ilha deserta (melhor ainda era fazer como no filme "Battle Royal"). Mas não quero que me considerem um extremista, portanto ainda incluo a hipótese de fazer uma "reciclagem" a este tipo de pessoas, fazê-las ver que o mundo afinal é a cores e não a tons de cinzento como elas o veêm...   
publicado por товарищ V. E. às 13:59
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
4 comentários:
De Cludia a 12 de Agosto de 2005 às 09:54
Texto com muita razão, mas não razão a 100%...Por vezes é vdd k nos aparecem pessoas a fazerem perguntas tão estupidas k só nos apetece dar-lhes um enxerto de porrada, principalmente akelas velhinhas k parece k nc sairam de casa na vida, mas tb n posso falar mt pk tb ja fiz ou kis fazer perguntas desse género... pronto, mas k podemos nós fazer? a arte de bem servir é assim.
De wind a 22 de Abril de 2004 às 05:13
Bem, para quem não gosta de blogs estás numa de escrever muito. eheheh
De raindogs a 21 de Abril de 2004 às 06:30
Pois, mas ao envià-los para uma ilha aquilo ainda se torna um novo pais,...só que este estaria repleto de zombies, estupidos e anormais, ao invés de assaltantes e homicidas.
Same shit...
O ideal era mesmo po-los a falar inglês e vende-los (ou doar) aos EUA para a função publica.
De pataphisico_azul a 21 de Abril de 2004 às 03:16
Ora aqui está uma loja de discos que devia mesmo obrigar os seus empregados a cortar na cafeína...

Argumentar

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds