Pai_dos_Povos

Terça-feira, 6 de Julho de 2004

Enfim acabou!

Agora que o falado Euro 2004 acabou finalmente, podemos fazer a análise independente do evento, sem clubismos (sei por exemplo, que muitos dos meus leitores sao fas da selecçao portuguesa) e a frio.


Tudo começou naquela bela tarde, com um belo espectáculo de abertura cujo tema era o mar e os descobrimentos. Claro que o tema teria que ser o mar. Tudo aquilo que se passa em Portugal tem como tema o mar. Aliás, começo a desconfiar que Portugal nao é mais que uma porçao de mar, tendo como habitantes uma maioria de peixes, com minorias de crustáceos, moluscos e alguns cetáceos. Mas avante. A única coisa que faltou para completar o triste espectáculo foi um fa a correr nu entre as ondas e tentar trepar para a caravela. Eventualmente, tentar violar o Vasco da Gama. Mas nao se pode ter tudo. Finalmente, tivemos o lindo espectáculo de futebol, o jogo de abertura entre a selecçao do país anfitriao e os futuros Campeoes Europeus, em que uns foram esmagados pelos outros.


Depois começou a habitual dança das cadeiras atiradas ao ar pelos ingleses, cornaduras partidas e afins, os enfartes do miocárdio, acompanhados de muitas lágrimas e fado, dos fas e dos atletas das equipas que ficavam pelo caminho. No fim, todos os semifinalistas tinham a certeza que iam ganhar (principalmente os checos e os portugueses) excepto os gregos.


E no dia do encerramento assistimos a outro belo espectáculo de futebol, assim como a outro quase tao belo de fogo de artifício. Tenho a certeza que o povo portugueses ficou deliciado perante o espectaculo, preparado pela organizaçao para celebrar a vitória da melhor equipa. Fosse ela qual fosse, e que ganhasse o melhor. E nao há dúvida alguma que o melhor ganhou, haverá? Terá sido isto que os fas portugeses pensaram, enquanto tentavam aprender os passos da dança que o Primeiro-Ministro grego gentilmente se deu ao trabalho de se deslocar ao nosso país só para nos ensinar.


Restava apenas um pensamento na cabeça dos portugueses: mas... desta vez tinhamos o Figo, o Pauleta... nao fomos róbados à força toda? Entao, mas perdemos! E justamente!!!!!! Agora vamos ficar com ódio a quem?

publicado por товарищ V. E. às 23:42
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
1 comentário:
De pataphisico_azul a 8 de Julho de 2004 às 02:39
Ahh, oui, o este vosso caro pataphisico esqueceu-se do ponto alto deste nobre evento desportivo. Felizmente este já foi referido pelo meu colega e camarada acolito_espirita no póste anterior.

Argumentar

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds