Pai_dos_Povos

Sexta-feira, 23 de Junho de 2006

Vol I

Manual Prático de Sobrevivência
Vol I – Portugal

Portugal, (de nome oficial República Portuguesa) fica situado no sudoeste da Europa, na zona Ocidental da península Ibérica, sendo o país mais ocidental da Europa, delimitado a Norte e a Leste pelo reino de Espanha e a Sul e Oeste pelo Oceano Atlântico. O território de Portugal compreende ainda os arquipélagos autónomos dos Açores e da Madeira, situados no hemisfério norte do Oceano Atlântico, completando uma área total de 92,391 km². O arquipélago da Madeira faz parte geologicamente do continente africano, assim como as ilhas açorianas das Flores e do Corvo, situadas além da placa atlântica, são já geologicamente parte do continente americano. É portanto um país charneira entre estes três continentes, o que explica a riqueza dos seus vários climas, diversificados, num território continentalmente limitado.
Nem mais…obrigado Wikipédia… pena aquilo da parte de pertencer aos “states”!!!
Mais vale sub-alugar a coisa.

Sobreviver neste território hostil, apenas com 500 ou 300 euros já é significativo, tendo em conta que os combustíveis têm mais altos e baixos que um hipertenso em repouso, as taxas de juro parecem controladas por psicossomáticos e os telemóveis vendem-se que nem roupa interior para um doente suprarenal… quanto mais ser pensionista!
Aconselho, para além do indispensável canivete suíço, o seguinte:

- Conhecer um político (nem que seja da junta)
- Conhecer um polícia (nem que seja da PSP)
- Conhecer um médico e/ou enfermeira (nem que seja anestesista ou veterinário)
- Conhecer alguém das finanças (caso não se esteja medicado contra a diarreia)
- Conhecer alguém num restaurante (de preferência sem ser o tasco do “Zé” ali da esquina, mas uma coisa decente q/b….nem que seja um chinês)
- Conhecer alguém no centro de emprego
- Conhecer o(a) tipo(a) que conseguiu juntar o Seal com a Heidi Klum.

Posto isto, apenas tenho a citar Júlio César:

Lá para os confins da Ibéria há um povo que não se governa nem se deixa governar!

Ave César. Nós que estamos prestes a morrer, saludamos-te!

PS: Não comente a este texto se:
a) – Tenha pertencido à gerência do Banco de Portugal
b) – Seja um dos que terá uma reforma superior a 500 euros
c) – Se considere um “mileurista” (ver Wiki)

A Gerência agradece.
publicado por товарищ V. E. às 16:49
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds