Pai_dos_Povos

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

Bond

A liberdade, a democracia, e os direitos humanos em geral, no mundo ocidental livre, foram garantidos nos últimos 50 anos por basicamente 3 homens: Winston "contra o voto das mulheres" Churchill, Franklin "não vamos arriscar a vida dos nossos rapazes a libertar aqueles territórios dos nazis porque já sabemos que não os vamos controlar" Roosevelt, e Bond. James Bond. Era sobre último que vos vinha falar hoje.


Bond não protegeu só a nossa liberdade contra a ameaça comunista. Também nos protegeu contra o crime organizado internacional, salvou o mundo da destruição total um par de vezes, e da ditadura mundial mais umas quatro ou cinco. Ainda não se descobriu língua em que não fosse fluente, domina todas as artes marciais e vendado é capaz de desmontar e remontar qualquer peça de armamento do planeta mais depressa do que um veterano da guerra colonial desmonta a sua fiel G-3. Além disso tem o escalão de Comandante da marinha inglesa e bebe punhetas de Vodka Martini. Pelo único filme dele que me arrependi de ir ver ao cinema, e mais umas quantas tardes de Domingo sem nada que fazer, na televizão, em que aguentei quase até ao momento de vómito, é o que sei.


Quer dizer... Há mais. Há ainda o efeito que ele causa nas mulheres. Cada uma que passa por ele derrete-se mais que aqueles gelados do MacDonalds de 50 centavos (já subiram de preço? Já não vou lá há que tempos...) numa tarde destas que tivemos. Isto, apesar da imagem do Jimmy Bond. Senão vejamos: você – partindo do principio se sente atraída(o) por homens, senão a pessoa ao seu lado – derreter-se-ia por um tipo liliputiano, com pernas curtas, mais cabeludo que qualquer gorila bem fornecido? E não falo só das pernas, comecemos nos pés e cheguemos ao pescoço (sim, passo a anunciar que Mr. Bond usava peruca, e se não fizesse culturismo era um Zé nerd baixinho, gordinho, e careca desde os 21), passando por todas as partes da anatomia, menos por umas ou outras de que, graças a Deus, nunca cheguei a ter conhecimento? Pois, era por essa criatura que Miss Moneypenny no princípio suspirava. Mas não só ela, qualquer mulher que passava na tela, desde a empregada do hotel, à espia da organização inimiga. E, pior do que isso, a moda alastrou-se para fora da tela e o tal de Bond passou de macaco calvo das highlands a sex-simbol a nível mundial. Não vou descrever cada um dos outros Bonds que por lá passaram, que concerteza os meus caros leitores conhecem-nos melhor até que eu, mas a pobre Miss Moneypenny devia pensar que os três últimos homens do mundo eram James Bond, M, e Q. E, francamente, na opinião deste modesto pataphisico, não escolheu lá muito bem.


Sobre a popularidade do nosso secreto e amigo agente: eu até diria que é normal que ele seja popular entre o género masculino, visto que é o gajo que dá sempre porrada nos maus, com o ar mais fixe e cool do mundo (apesar de nos filmes que eu vi - com objectivos puramente científicos, note-se - ter procurado, sem sucesso os factores fixe e cool), come as duas gajas do filme, a dos bons e a dos maus, não sem antes ter espancado uma, também, e ainda sai disto tudo com o seu smoking intocado. Poder-se-ia dizer que é normal, sim, mas qualquer herói se torna facilmente popular entre os homens. Basta olhar para aquele senhor que agora é Governador da Califórnia, e os números que dizem que dizem que nos anos '80, 67,3% dos bilhetes de cinema eram vendidos a homens (estatística frescamente inventada).


Quanto às nossas amigas, a admiração, da idolatração pop passa muitas vezes à idolatração sexual. Como referi acima, não compreendo como é que tal criatura podia ser considerada sexy. Se falarmos do ponto de vista puramente físico, o vómito aproxima-se-me do ponto laríngico, mas uma vez que a orientação sexual deste vosso amigo aponta na direcção de outro género, é possível que, mesmo após uma observação científica apurada, me tenha escapado alguma coisa. Algo do estilo, "as mulheres apreciam anões de corpo cabeludo como um alce da Lapónia, pernas tortas, e calvos". Mas existe algo para além da imagem física do Comandante Bond. Vejamos a sua relação com as mulheres: raramente dormiu com a mesma mais que uma vez; raramente dormiu com menos que três em cada filme, e nunca com menos que duas; com todos os seres humanos que não tenham algo pendurado entre as pernas, usa o tom de voz "só ainda não foste porque eu não quis, querida", isto independentemente de idade, estado civil, e outros factores mais sérios; quando acha que uma senhora tem uma informação de que ele precisa, torce-lhe o braço e pergunta; se não resulta, dá-lhe um soco e pergunta outra vez; também já bateu em senhoras com a pistola, ou ao estalo, e talvez com outros instrumentos, mas não se preocupem, quando extrai a sua informação, fica feliz e começa a beijar a menina, e ela derrete-se toda outra vez, e lá a come.


No entanto, continuamos a ver as salas de cinema com os filmes do Jammie cheias, em grande parte de meninas. Podemos daqui tirar uma de duas conclusões exclusivas: ou elas odeiam James Bond (o homem) e vão na esperança de que morra nalguma missão, ou pior ainda, de que perca os órgãos vitais; ou também elas são fãs de 007. Neste último caso, bem, parece-me bem que falamos de meninas que gostam de homens infiéis, que gostam de ver o seu orgulho ser arrastado pelo chão, que não se importam de ser usadas como objecto sexual, e que gostam de levar nos cornos, em particular dos namorados e dos maridos.


E isto leva à minha conclusão final: não há melhor sítio para o engate que as sessões de filmes do 007.

publicado por товарищ V. E. às 22:37
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (3) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|

Notícia de última hora!!

Numa altura de crise económica, hoje a maioria dos principais mercados mundiais abriram em baixa, entre eles o mercado de Wall Street, o FTSE, o NIKKEI e o EURONEXT. Excepção honrosa para o mercado do Bolhão, que se manteve em alta, muito graças ao preço do lúcio, do cação, do carapau, da sardinha e do marisco bivalve, mas também um pouco a junk bonds como o encharrouco.
publicado por товарищ V. E. às 21:42
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (2) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds