Pai_dos_Povos

Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2005

Apelo revolucionário

Como todos sabemos, teremos próximamente eleições que determinarão qual vai ser a máfia de abutres que vai desgovernar o país durante os próximos quatro anos, ou menos. Alguns dos protagonistas são já velhos conhecidos nossos, mas todos vós sabeis, provavelmente melhor que eu, quem são eles. Já assistimos à habitual dança das cadeiras. Nesta altura - e noutras, porque agora temos uma média de eleição, eleição e meia por ano - os partidos esquecem as listas de espera dos hospitais (tenho consulta marcada há dois anos para um nariz entupido e a consulta é para a semana que vem - mas não posso ir porque tenho dentista...) e começam-se a lembrar das listas de espera para o parlamento. Mas, meus caros amigos, parece-me bem que traço um perfil demasiado negro da nossa democracia. Afinal, lá porque temos eleições todos os fins-de-semana, lá porque os políticos, tanto aqueles que ainda o são como aqueles em risco de o deixar de o ser, como os candidadtos a políticos, mais os candidatos a candidatos, mal acaba uma eleição, já estão a pensar noutra, não quer dizer que não haja lugar nisto tudo para o Zé Povo. Afinal, se eles são eleitos, nós elegemo-los. Também é um papel na telenovela, não é? Agora, dizer que o papel do povo é importante, é que já é capaz de ser exagero. Afinal, empurrar papeis para dentro de caixas, não é muito complicado. 


 


Como é sabido, e por razões mais que óbvias, o pataphisico_azul pertence a vários grupos anti-democráticos, entre eles a B.R.A.S.V. (Brigada Revolucionária o Sapato Vermelho - ver posta de 26/2/2004 neste blogue), o E.I.M.S. (Exército para a Independencia da Morávia-Silésia), o F.A.L.A.A. (Frente Armada Para Libertação do Algarve e Alentejo), o G.P.L.P.C.L.I. (Grupo Paramilitar para a Libertação de Portugal Continental da Lisboa Imperialista) e N.N.É.S.P. (o Norte Não É Só o Porto), e tem ligaçoes mais ou menos proximas a outros tais como o P.C.U.S. (Partido Comunista da União Soviética), as Brigate Rosse, entre outros mais obscuros. Assim, venho aqui fazer um apelo a todos vós, meus camaradas de luta:


 


TODOS ÀS URNAS!!


 


Estranho? Eu explico. Deixem-me então contar a história de Jan Tlustý (nome alterado), jovem eleitor do círculo de Havirov, pequena vila nos arredores de Ostrava, terceira cidade da República Checa. Jan é ainda jovem, mas os seus ideais são fortes. Nas últimas eleicções europeias, que foram também as primeiras a serem realizadas no seu país, Jan decidiu que era demais. Já não bastava a democracia ter sido importada directamente da américa, dentro da primeira garrafa de Coca-Cola treidemarke. Já não bastava o antigo Partido se ter rendido a esta democracia e ser agora mais um partido na dança das cadeiras. Agora vinha a águia de duas cabeças Chiraschroeder avampirar-se também um bocado. Jan tinha que fazer algo, nem que fosse algo simbólico, e algo fez. E, se a acção de Jan perturbou o acto democrático (por "acto" aqui entende-se "foder", e todos sabemos quem fode e quem é fodido) de um modo pouco mais que simbólico, podemos considerar que foi um pequeno passo para Jan, mas um grande pontapé nas partes privadas da classe elegível. Mas, imagino que a grande questão que vai na mente de todos vós é a seguinte: o que fez então Jan? Jan nunca tinha votado antes, tinha completado recntemente 18 anos. Acordou no Sábado de eleições e logo se dirigiu às urnas. Queria chegar cedo, pois não queria esperar em filas. Não teve que esperar muito até que um burocrata mal encarado o identificasse e riscasse o seu nome de uma lista. A seguir deram-lhe um boletim de voto com 32 opções. Jan escolheu Dolly Buster, a sua actriz porno preferida, Radio Helax, a sua companheira de insónias, e mais umas coisas que não sabia o que significavam. Dobrou o bolhetim de voto cuidadosamente como estava indicado nas instrucções na parede da cabine de voto e dirigiu-se à urna. Era ali. Era agora. O momento aproximava-se. Jan meteu o seu voto na urna, e com o voto dois dedos. E voilá. Já não conseguiu tirá-los. Jan passou várias horas com os dedos presos na urna, mas sabia que aquele sacríficio era um que valia a pena. A urna fechou, impedindo várias pessoas de lá votar, e atrasando assim o acto democrático. Mais uma vez, a revolução triunfou. Por isso, meus amigos, companheiros, e camaradas de luta, mais uma vez eu vos peço num grito revolucionário:


 


TODOS ÀS URNAS!!


 


Todos vós, os de dedos gordinhos, eis a vossa oportunidade de defender a nossa sociedade contra o vampiro democrático. Podeis hoje ser o exército dos justos. Juntai-vos à F.U.D.C.U. (Frente Um Dedinho em Cada Urna), organização antidemocrática não armada. Se conseguirmos por simplesmente um dedinho em cada urna de voto, logo de manhãzinha, virtualmente boicotamos a eleição.


 


NÃO ÀS ELEIÇÕES!! VIVA A FRENTE UM DEDINHO EM CADA URNA!! MORTE À DEMOCRACIA!!

publicado por товарищ V. E. às 22:26
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (17) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2005

Fio dental à vista quando as gajas se sentam

Pronto, cá está um post "machista". Era o que faltava aqui não era? Essa é que é essa (afirmação inócua, muito utilizada por quem não tem mais nada para dizer).


Mas este post tem 2 virtudes: uma é servir de isco para muitos net-masturbadores, que vão para o google procurar por "fio dental" e "gajas". Vamos ver as estatisticas, mas vai ser uma enchente (ainda supera as buscar por "blog gótico". A outra virtude, francamente, não me lembro qual é.


Acabado de chegar a casa depois de uma noite louca de orgia afins, deparei-me com esta questão sociológica: Porque raio (atenção que este adjectivo é fundamental no desenvolvimento da frase!) é que as gajas mostram o fio dental quando se sentam?


Será para provocar? Será por descuido? Será por acaso? Será por ser? Será porquê? Será? Ser à? Mas pronto, vamos lá ver: quando acontece com as namoradas dos outros até tem piada: vê-se a cuequita e tal. Bem, tinha mais piada quando era puto, agora bah, ver cuecas vou ao forum, às lojas de lingerie.


Vendo bem, qual é a puta da piada de ver uma gaja sentada e o fio dental à mostra? Vê-se o quê? Um bocadinho da cueca e o inicio do rabo. Mais do que isso vê um gajo na praia e não é por isso que fica com tesão (bem, há tarados para tudo). Mas de facto, conheço muitos gajos que acham que ver ali o principio do rabo + a cueca o máximo, aquilo deve ser punheta garantida, tesão máxima. 3 centimetros de cueca, e um bocado de rabo espalmado pelas calças? Não tenho a certeza, mas acho que o sexy hot são aí uns 15 euros por mês, ao menos viam tudo.


Em relação aos putos, é fácil compreender-se: o máximo de cueca que eles conseguem ver é a cueca tamanho xxl que a vizinha do andar de cima pendura no estendal e apanham com ela na fuça quando vão buscar a peúga da raquete para levar para a aula de educação física. Ver um fio dental para esses adolescentes borbulhentos, na fase pré-barba (e rebarba), deve ser orgásmico. 


Generalizemos, porque generalizar é que tem piada (apesar de ser um atitude broncossária). Se as gajas usam fio dental é porque dever ser uma sensação agradável durante o dia-a-dia. Eu francamente, nunca experimentei, mas deve ser tão agradável como andar de bicicleta sem selim - também nunca andei, mas deve ser bom para quem gosta de clisteres - também nunca experimentei. Bem, deve ser uma merda (que também nunca experimentei). Resumindo, as gajas gostam de usar fio dental, mas duvido que poucos gajos gostem de usar. A maioria - das gajas e dos gajos. Durante esta noite, constatei que a maioria dos gajos - apesar de não gostar de usar fio dental - babam-se ao ver um gaja sentar-se e mostrar o fio dental. Não consigo perceber porquê.


É como a Kylie. Prefiro a  Não lhe consigo achar muita piada. Mas um dos meus amigos afiança-me que era capaz de fazer um minete à Tina Turner - que terá a mesma idade da minha avó sensivelmente. E esse mesmo amigo babou-se - literalmente - ao ver o fio dental com brilhantes de uma das gajas mais horríveis - vá de metro satanás! - com que nos encontrámos esta noite. O que revela muito.


É como os gajos que compram a maxmen para bater umas pívias: a gaja da capa é sempre uma putéfia barata - daquelas que nunca lava a rata - velha, ressequida, com mais cremes em cima do que um leite creme do lidl, e que ganha ali umas massas para tirar umas fotos com lingerie ordinária, daquela que os motoqueiros americanos compram para as mulheres loiras e gordas que moram no Arkansas, e pronto, o país sub-17 masturba-se durante uns meses (ou o tempo que conseguirem manter as páginas descoladas) à custa de 3 euros mensais.


Mas sempre é melhor à custa da maxmen do que de uma maluca qualquer que no bar ou no pingo doce vestiu umas calças de cintura baixa.


Mas o melhor mesmo era meterem a cabeça dentro de uma betoneira das obras do tunel do marquês e oferecerem a pichota para alimento dos animais do canil municipal da Bobadela (porque não deve ter outro uso). As mão é melhor mandar para um aterro sanitário, contaminadas 106% com lactose.


Yuck.

publicado por товарищ V. E. às 19:06
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (13) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2005

Crítica de cinema - As bisequelas

Hollywood, na sua infinita fonte de novos e imaginativos estilos cinematográficos, tem-nos servido nestes últimos tempos com um novo estilo: as bisequelas, mais conhecidos como "versus". Todos vimos o famoso "Jason versus Freddie" onde Jason, da série "Haloween", se confronta com o quase mitológico Freddie Kruger pelo corpo e alma dos pobres mortais que pela sua frente se atravessam; e o blockbuster "Alien versus Predator", onde o Alien, primeiro o pesadelo, depois o namorado de Sigourney Weaver entra em confronto com uma espécie de Bob Marley mais feio que o Ringo Star, e que já teve um confronto com o governador da California. Agora tem que escolher entre um dos dois (Alien ou Arnold) ou a Hele Berry, e a escolha não é fácil. Mas sabemos quem é que ele não vai escolher... Anyhow...


Aproxima-se agora a estreia de mais alguns filmes "versus".


Será neste mês de Fevereiro que veremos o muito esperado "Paulo versus Miguel". É a típica história de irmãos gémeos siameses separados à nascença, em que um é o bonzinho e o outro é mau. O grande ponto original neste filme, é que ambos são esquizofrénicos, e portanto ambos são maus e bonzinhos. Mas só quando estão a dormir. Isto é, durante o dia são vampiros sedentos de poder, que se confrontam por riqueza, por uma posição de poder e ultimamente por uma mi(ni)steriosa cadeira mágica. De noite sonham com flores e com os póneis mágicos (os sonhos de Miguel são "quimicamente" mais elaborados, mas vejam o filme). Nomeado para a Traineira de Ouro no Festival Internacional de Cinema da Culatra.


Está também para estrear "Aníbal versus Pedrito de Portugal". Ao contrário do que o título possa sugerir, este não é um filme sobre touradas. É antes a hitória de um rapaz, Pedro, e das desgraças que lhe caíram através da vida. Seu pai morreu num desastre de avião em circunstâncias pouco esclarecedoras, era ainda miúdo. Foi então adoptado por Aníbal capitão de uma organização máfiosa local. Após alguns anos, e com ajuda de Pedrito e de seu irmão adoptivo mais velho, José Cherne, Aníbal torna-se rápidamente líder da organização. Pedrito e José sentam-se a seu lado. Dez anos se passam até o domínio de Aníbal acabar, e entretanto o filho rebelde, Pedrito, afastou-se. Mas a acção da fita passa-se num momento em que, após uma breve passagem pela liderança da organização, Pedro pede ao seu pai que use a sua autoridade para o ajudar a manter-se. Aníbal recusa. Pedro sente-se atraíçoado, esfaqueado pelas costas, a dor! Ai a dor! O seu próprio pai, para manter o seu próprio estatuto e o seu própro poder, não o apoiou contra a organização do arqui-inimigo de ambos, e últimamente do próprio pai biológico de Pedrito, Don Mário... E agora? Terá Pedrito que iniciar uma guerra de gangs contra o seu próprio pai adoptivo, pelos recursos que necessita? Conseguirá manter-se na liderança mesmo sem o apoio de seu pai? E Aníbal? Conseuirá sobreviver a uma guerra contra a sua antiga organização? Terá alguma arma secreta? E quais são os seus objectivos diabólicos? E haverá ainda algum segredo a revelar acerca da morte do pai de Pedrito, Francisco Carneirinho de Portugal? Só poderemos saber, vendo o filme. Com a participação especial de Jô Soares no papel de Don Mario, e nomeaçoes para Diogo Infante para Melhor Canastrão no papel de Pedrito e para Melhor Argumento Original, e ainda candidato ao Prémio Especial do Jurí “Encharrouco de Cristal” para melhor fita de faca e alguidar no Festival Internacional de Cinema da Culatra.


Como veem, é este um estilo novo mas já com argumentos maturos, e se se derem ao trabalho de se colocarem nas longas filas que inevitavelmente encontrarão para ir ver estes dois filmes, assim como muitos outros que virão, vão ver que não se vão arrepender, não só porque as histórias são surpreendentes e arrebatadoras, os finais surpreendentes, mas também pelo trabalho dos actores, o que podemos ver, aliás, pelas várias nomeaçoes em prestigiadíssimos festivais internacionais. A nota do pataphisico_azul é então B para "Paulo versus Miguel", falhando apenas um pouco na originalidade, e B+ para "Aníbal versus Pedrito de Portugal", que tem como única falha a falta de um modo concreto e razoável de relatar as aventuras do jovem Pedrito nos anos em que esteve afastado da organização, as suas aventuras desportivas, e outras.


 

publicado por товарищ V. E. às 04:03
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (9) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|

Poema

O vosso amigo, camarada, e companheiro de luta pataphisico_azul é concerteza um indivuduo sensível, e em particular para assuntos como a literatura e a poesia.


Por outro lado, e como todos sabem, um dos ramos em que se divide a patafisica é a patalinguística, ciencia que se dedica ao estudo das línguas que não existem.


Por isso, escrevi nos meus tempos livres o seguinte poema na língua da tribo inexistente dos Alaori, dedicada a deusa do mar Pent Zunny:


Pent Zuny,


Krataokatetyterae nuty
Hutre nutrea viga hukae puty
Valunta mea zusea synny kully
Galleybutty nuttera pent zunny

publicado por товарищ V. E. às 03:42
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (4) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
Sábado, 22 de Janeiro de 2005

Tibete = paraíso dos caracóis?

Ontem (bem, foi uma destas tardes sem muito para fazer), vegetava em frente à tv (na :2 claro, erudição, Handel, Beethoven, Bravo Chiquito!) e deparo-me com um programa daqueles à lá Eládio Clímaco, onde uns repórteres com pinta de estagiários estavam a falar com uns gajos com um ar meio amalucado no meio do Alentejo. Até aqui nada normal, era a :2.


Bem esses gajos com ar meio amalucado, afinal eram, são pirados de todo: budistas, possuem um quinta, ou uma herdade nos arredores de Évora, onde praticam várias actividades relacionadas com o budismo. Um espécie de Reino de Deus tibetano, pensei eu. Mas afinal ainda existem coisas que me surpreendem, e é essa a razão pela qual partilho isto convosco: estes budistas libertam animais. Compram-nos e libertam-nos. Porque sofrem muito. Passaros? Caes? Gatos? Não: CARACÓIS! Compram sacos de caracóis e libertam-nos.


Puta de vida! Como ainda me consigo surpreender com o homem. Os caracóis sofrem muito, então, compramos uns litros de caracóis e caracoletas e libertam-nos no meio do Alentejo (suponho que seja no Alentejo para ver os animais conseguem fugir aos alentejanos, com fama de lentos). Mas que mente retorcida consegue imaginar uma coisa destas? Será que no Tibete também praticam a libertação dos caracóis?

publicado por товарищ V. E. às 20:19
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (4) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

Vamos ao circo?

skeletor4.jpgNós não somos góticos!


Before i begin speaking, there is something i would like to say...


Há já algum tempo que não tinha pachorra de vos iluminar com um pouco mais da minha imensa e inesgotável sabedoria. Devido a compromissos profissionais - tive de ir comprar chantily à Guiné-Conacri, cerelac a Melmac e um lápis a Paris - mas cá estou eu, de volta, são e salvo.


Estava eu aqui sem nada para fazer - não, não vou fazer nenhuma rima com foder - e decidi mergulhar neste submundo pantanoso dos blogs. E melhor, fui logo para os blogs mais escuros, melancólicos, obtusos, enfim, estúpidos da net: os blogs dos góticos, pseudo-góticos e afins (goh-goh´s e gah-gah´s).


Devo confessar que me diverti muito. Como todos sabeis os góticos são seres distantes, alheados dos problemas terrenos, gostam de rituais satânicos (e sacripantas) na Serra de Sintra envolvendo virgens, são uns existencialistas suicidas, e ouvem música que mais ninguém ouve. Ah, e não são góticos: como li num desses blogs "Eu sou eu, não gosto de rótulos. Sou sincera, mente aberta e inconformada". Primeiro não gosta de rótulos, e depois auto-rotula-se? Devo ter compreendido algo mal...


Libertinagem?


E qual a razão que levou a que me divertisse tanto com os blogs dos pseudo-não-góticos? As incongruências? As afirmações paradoxais, circulares, sem nexo? Não! Acho que foi mesmo a aguardente de figo que bebi. Mas o discurso do dark side da blogosfera (termo tão foleiro) também ajudou.


Outro factor foi a pseudo-ambiguidade sexual desta canalha: não vi nada! Onde estão os famosos menages, as orgias dignas de um culto a Baco? O meu vizinho de 87 anos é capaz de ter uma vida sexual menos entediante. É só gajos arnentos a ver se fodem, e a gajas que se tomassem a pilula e fossem foder os gajos também não perdiam nada. Só melhoravam até.


Sobre satanismos e virgens...


http://www.soze.com.pt/


O satanismo está aí, um verdadeiro especialista. Virgens é que só de signo. Se quiserem divertir-se um pouco, já sabem a receita -> vão aqui aos nossos favoritos, começam pelo blog da pita suburbana com a mania que é diferente (traduzir por pseudo-gótica) e vão abrindo os links. Quando chegarem aos fotologs não querem outra coisa.


As she counted the stars...


Devido à minha viagem desta noite, talvez venha a actualizar a lista dos nossos blogs favoritos - como sabem, nesta lita só estão blogs que ilustrem de forma inequivoca o carácter filosófico-chungoso da dita blogosfera (termo tão foleiro). De resto, até encontrei um blog que estava bem feito, com alguma inteligência (reconhecida por mim, que de forma totalmente ditatorial, auto-referencial, e sem qualquer modéstia exerço aqui funções de criador). De louvar.

publicado por товарищ V. E. às 20:52
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (10) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2005

Ilha da Culatra

"Cette île était plus grande que la Libye et l´Asie ensemble; de là le passage vers les autres îles était possible aux navigateurs d´alors et de ces îles, sur tout le continent situé en face et qui entoure cette mer lointane, la mer véritable (...) Or donc, dans cette Atlantide, s´était formée une grande et merveilleuse puissance de rois; elle dominait l´île entière, ainsi que beaucoup d´autres îles et de parties du continent; outre cela encore, de ce côte-ci du détroit, ils régnaient sur la Libye jusque vers l´Egypt, sur l´Europe jusqu´à la Tyrrhénie"

Platão
publicado por товарищ V. E. às 06:21
link do Manifesto | Debater | Assistir ao debate (3) | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds