Pai_dos_Povos

Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2005

Crítica de cinema - As bisequelas

Hollywood, na sua infinita fonte de novos e imaginativos estilos cinematográficos, tem-nos servido nestes últimos tempos com um novo estilo: as bisequelas, mais conhecidos como "versus". Todos vimos o famoso "Jason versus Freddie" onde Jason, da série "Haloween", se confronta com o quase mitológico Freddie Kruger pelo corpo e alma dos pobres mortais que pela sua frente se atravessam; e o blockbuster "Alien versus Predator", onde o Alien, primeiro o pesadelo, depois o namorado de Sigourney Weaver entra em confronto com uma espécie de Bob Marley mais feio que o Ringo Star, e que já teve um confronto com o governador da California. Agora tem que escolher entre um dos dois (Alien ou Arnold) ou a Hele Berry, e a escolha não é fácil. Mas sabemos quem é que ele não vai escolher... Anyhow...


Aproxima-se agora a estreia de mais alguns filmes "versus".


Será neste mês de Fevereiro que veremos o muito esperado "Paulo versus Miguel". É a típica história de irmãos gémeos siameses separados à nascença, em que um é o bonzinho e o outro é mau. O grande ponto original neste filme, é que ambos são esquizofrénicos, e portanto ambos são maus e bonzinhos. Mas só quando estão a dormir. Isto é, durante o dia são vampiros sedentos de poder, que se confrontam por riqueza, por uma posição de poder e ultimamente por uma mi(ni)steriosa cadeira mágica. De noite sonham com flores e com os póneis mágicos (os sonhos de Miguel são "quimicamente" mais elaborados, mas vejam o filme). Nomeado para a Traineira de Ouro no Festival Internacional de Cinema da Culatra.


Está também para estrear "Aníbal versus Pedrito de Portugal". Ao contrário do que o título possa sugerir, este não é um filme sobre touradas. É antes a hitória de um rapaz, Pedro, e das desgraças que lhe caíram através da vida. Seu pai morreu num desastre de avião em circunstâncias pouco esclarecedoras, era ainda miúdo. Foi então adoptado por Aníbal capitão de uma organização máfiosa local. Após alguns anos, e com ajuda de Pedrito e de seu irmão adoptivo mais velho, José Cherne, Aníbal torna-se rápidamente líder da organização. Pedrito e José sentam-se a seu lado. Dez anos se passam até o domínio de Aníbal acabar, e entretanto o filho rebelde, Pedrito, afastou-se. Mas a acção da fita passa-se num momento em que, após uma breve passagem pela liderança da organização, Pedro pede ao seu pai que use a sua autoridade para o ajudar a manter-se. Aníbal recusa. Pedro sente-se atraíçoado, esfaqueado pelas costas, a dor! Ai a dor! O seu próprio pai, para manter o seu próprio estatuto e o seu própro poder, não o apoiou contra a organização do arqui-inimigo de ambos, e últimamente do próprio pai biológico de Pedrito, Don Mário... E agora? Terá Pedrito que iniciar uma guerra de gangs contra o seu próprio pai adoptivo, pelos recursos que necessita? Conseguirá manter-se na liderança mesmo sem o apoio de seu pai? E Aníbal? Conseuirá sobreviver a uma guerra contra a sua antiga organização? Terá alguma arma secreta? E quais são os seus objectivos diabólicos? E haverá ainda algum segredo a revelar acerca da morte do pai de Pedrito, Francisco Carneirinho de Portugal? Só poderemos saber, vendo o filme. Com a participação especial de Jô Soares no papel de Don Mario, e nomeaçoes para Diogo Infante para Melhor Canastrão no papel de Pedrito e para Melhor Argumento Original, e ainda candidato ao Prémio Especial do Jurí “Encharrouco de Cristal” para melhor fita de faca e alguidar no Festival Internacional de Cinema da Culatra.


Como veem, é este um estilo novo mas já com argumentos maturos, e se se derem ao trabalho de se colocarem nas longas filas que inevitavelmente encontrarão para ir ver estes dois filmes, assim como muitos outros que virão, vão ver que não se vão arrepender, não só porque as histórias são surpreendentes e arrebatadoras, os finais surpreendentes, mas também pelo trabalho dos actores, o que podemos ver, aliás, pelas várias nomeaçoes em prestigiadíssimos festivais internacionais. A nota do pataphisico_azul é então B para "Paulo versus Miguel", falhando apenas um pouco na originalidade, e B+ para "Aníbal versus Pedrito de Portugal", que tem como única falha a falta de um modo concreto e razoável de relatar as aventuras do jovem Pedrito nos anos em que esteve afastado da organização, as suas aventuras desportivas, e outras.


 

publicado por товарищ V. E. às 04:03
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|
9 comentários:
De pataphisico_azul a 31 de Janeiro de 2005 às 04:47
Podia, minha cara claudia, dar-te várias razoes pelas quais partilho o teu desprezo pelo esquerdismo. Mas já que les tudo, dedica uma horita ou duas a este livro: "Esquerdismo: Doença Infantil do Comunismo" (V.I. Lenin). Talvez o encontres aqui: http://www.marxists.org/portugues/lenin/1920/04/esquerdismo/
De Acolito Espirita a 26 de Janeiro de 2005 às 06:01
Yah.Mas sobretudo sou pseudo-pseudo. O que também é ser pseudo.
Mas o que me lixa mesmo na vida, foi ter-me cortado o meu rico pescoço a fazer a barba. Vou fazer um post sobre isto, sobre como fiquei infeliz e o mundo tá todo contra mim, começando pela gilete.
De killer sentimental a 25 de Janeiro de 2005 às 10:46
e tu tambem tens a mania qués pseudo? :D ser pseudo rulaaaaa lallaaaaaa e ta na moda hI!
De pedevento a 24 de Janeiro de 2005 às 08:29
Este vermelho fascina-me...
De Claudia a 24 de Janeiro de 2005 às 08:22
Olá. Olha, mudei a foto no meu blog. Já não é démodé, pois não?
De Claudia a 24 de Janeiro de 2005 às 06:29
Estou a gostar disto. Tou a dizer mal dos comunas e tu pareces ser um tipo inteligente. Tou a gostar, tou. O tipo da foto do meu blog não vai muito com os esquerditas. Não lê o meu Gabriel Márquez só por ser comuna. É ser tosca, não é? Não gosto de esquerdistas, mas não sou tapada. Leio tudo!!
De Claudia a 24 de Janeiro de 2005 às 06:27
Estou a gostar disto. Tou a dizer mal dos comunas e tu pareces ser um tipo inteligente. Tou a gostar, tou. O tipo da foto do meu blog não vai muito com os esquerditas. Não lê o meu Gabriel Márquez só por ser comuna. É ser tosca, não é? Não gosto de esquerdistas, mas não sou tapada. Leio tudo!!
De a escritora a 24 de Janeiro de 2005 às 06:08
Que horror de vermelho! Que horror de blog "démodé". Mas o comunismo data do século passado! O meu pai é que andava nessa! Era uma vez...
De Acolito Espirita a 24 de Janeiro de 2005 às 05:35
Eu proponho a Sofia Alves para todos os papéis. Gémeo, gémea e não gémea.

Argumentar

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds