Pai_dos_Povos

Domingo, 5 de Junho de 2005

Conductoris lusitanum insanii sunt - Parte IV

São loucos, estes peões portugueses:


Descrição de acidentes nos Relatórios das Companhias de Seguros


“O peão não sabia para onde queria ir, por isso atropelei-o...”


“Só vi a velhinha quando ela se atirou para cima do capô do meu carro.”


“Tinha a certeza que o velhote não conseguiria atravessar a rua toda de uma só vez, por isso não parei. Atropelou-me o carro.”


“Pensei que tinha a janela aberta, mas descobri que estava fechada quando quis pôr a cabeça de fora.”


“Embati contra um carro parado, que vinha na direcção oposta.”


“Saí do parque de estacionamento, olhei para a cara da minha sogra e desci a rua caindo numa ravina.”


“O tipo atravessou a rua em zig-zag, Eu tentei desviar antes de o atropelar.”


“Já conduzo há 40 anos. Só tive o acidente porque adormeci ao volante por acaso.”


“O meu carro estava estacionado correctamente, quando bateu na traseiras de outro carro.”

publicado por товарищ V. E. às 06:06
link do Manifesto | Debater | Adicionar ao Livrinho Vermelho
|

товарищи

Lenin

Manifestos recentes

Abençoados

10 de Junho

Year Zero

Descoberta fantástica!

Fruta

A luta continua!

Após uma tragédia no meu ...

O Natal

Eu

Aquecimento global

God-Zilla

Materialismo dialéctico

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005

Janeiro 2005

Dezembro 2004

Novembro 2004

Outubro 2004

Setembro 2004

Agosto 2004

Julho 2004

Junho 2004

Maio 2004

Abril 2004

Março 2004

Fevereiro 2004

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Carlos

pesquisar

 
Marxismo

Ligações obscuras

eXTReMe Tracker

subscrever feeds